"A Holanda é um lugar apaixonante! Além da beleza, também impressiona como realmente tudo funciona por aqui"

O Vinicius, de Porto Alegre, descobriu as possibilidades de estudo na Holanda através de uma palestra do Neso Brazil na sua universidade e agora conta como está sendo a experiência de viver e estudar em uma cidade universitária

Nome: Vinicius Lamb CorbelliniEstudantes na estação gronningem

Cidade: Porto Alegre/RS

Universidade: Hanze University of Applied Sciences

Curso: Engenharia Civil

 Por que a Holanda?

Sempre tive curiosidade de morar na Europa e a Holanda sempre foi um país muito bem avaliado em relação à qualidade de vida e a beleza (arquitetura, canais, flores, moinhos de vento,  etc). Apesar disso, outras opções do programa Ciência sem Fronteiras como Inglaterra, Bélgica, Hungria e Suécia também eram bastante atrativas pra mim. Então, uma das principais razões da minha escolha acabou sendo uma palestra da Nuffic na PUCRS, onde pude ver com clareza todos os aspectos mencionados acima, além de demonstrarem uma extrema organização sanando qualquer dúvida que aparecesse, se mostrando sempre disponíveis pra ajudar futuramente caso necessário e demonstrando total conhecimento sobre o funcionamento do programa para o qual eu ia aplicar. Foi pra mim a melhor palestra de longe, acabando com o último pingo de dúvida que ainda me restava quanto à escolha do país!

Vini Bike A verdadeira experiência holandesa

A Holanda e, no meu caso, a cidade de Groningen, são lugares realmente apaixonantes. Além da já reconhecida beleza, também impressiona como realmente tudo funciona por aqui. O transporte é extremamente prático através da bicicleta (ainda mais em Groningen, conhecida na Europa como a "cidade mundial da bicicleta"). Não há preocupação com trânsito (os motoristas respeitam muito bicicleta e há inúmeras ciclovias) e faço tudo com a bike, vou pra faculdade, supermercado, festas, enfim, qualquer coisa. O sistema de trem do país inteiro é muito eficiente, tornando extremamente fácil e barato ir de uma cidade para outra. O povo holandês é bastante educado e prestativo, sempre que precisei me ajudaram com o maior prazer. Mesmo o inglês não sendo a língua oficial aqui, praticamente todos falam, e mesmo quem não fala bem se esforça o máximo pra conseguir se comunicar com você. Holandês é apaixonado por esporte e é muito fácil praticar qualquer um que você quiser. Tem diversas áreas abertas e também clubes com preços bem acessíveis onde é passível praticar dos mais comuns aos mais estranhos e diferentes esportes possíveis. É um país muito seguro, pode-se andar na rua a qualquer hora da noite sem nenhuma preocupação. Deve-se apenas ter cuidado em relação ao roubo de bicicletas (que é realmente comum), sendo importante investir dinheiro em um ou até dois bons cadeados, mas fora isso não há absolutamente nada com o que se preocupar. As únicas coisas que eu tive que me adaptar aqui foi a comida e o clima. A comida eu tava acostumado a um bom almoço e jantar, enquanto para o holandês só tem uma 'grande refeição' que é o jantar, almoço pra eles é um sanduíche e tá ótimo. E o clima aqui acaba sendo chuvoso, frio e nublado, mas nada que estando bem agasalhado não resolva. Além disso, qualquer dia com sol vira um dia pra sair pra rua, ir para um parque, lago, etc. É realmente difícil vir pra cá e não se apaixonar por tudo.

Aprendendo a se adaptar e a gostar de um novo método educativoGroningen por vini

No começo foi um pouco difícil entender bem as aulas em inglês devido à falta de hábito com a língua, porém isso acabou sendo a única real dificuldade em relação à adaptação. Fora isso tem sido ótimo e bem aproveitável. Vim com uma expectativa alta devido a já estar acostumado a estudar em uma universidade de alto nível no Brasil como a PUCRS e até agora essa expectativa tem se confirmado. Os professores são ótimos e o método de ensino é bastante baseado em trabalhos práticos e em muito trabalho em grupo, o que é algo que eu já esperava e realmente é bem interessante. Metade da minha classe é holandesa e a outra metade é de internacionais (brasileiros, espanhóis, alemães, poloneses, mexicanos, indonésios) e é muito legal compartilhar diferentes culturas, diferentes maneiras de pensar, trabalhar, etc. Tem sido bastante puxado, mas com certeza vale a pena e acrescenta muito no crescimento tanto pessoal como profissional.

Grupo hanze - groningen universityA vida de estudante

A vida de estudante na Holanda e principalmente em Groningen é bem movimentada. Mais de 1/4 da população aqui é estudante (considerada umas das cidades mais jovens da Europa em média de idade), sendo que uma parte considerável vem fazer pra fazer intercâmbio e ficar só 6 meses ou 1 ano. Existem várias redes de estudantes que promovem diversos eventos durante todo o semestre, como semana de introdução, festas, viagens, pub quiz, jantares internacionais, competições das mais variadas e várias outras coisas que permitem os estudantes se manterem em contato praticamente 24h por dia e 7 dias por semana! E ainda é bem comum por aqui as "casas de estudante" (eu moro em uma), que são casas gigantes onde abrigam centenas de estudantes, sendo cada um com seu quarto particular, porém com cozinha, sala de estar e banheiro compartilhado, o que é outra coisa que aproxima muito toda a galera jovem. Com tanta opção boa tem que saber conciliar a diversão com os estudos sem dúvida, mas sabendo como fazer isso pode-se aproveitar o máximo possível tanto da diversão quanto do aprendizado, criando uma experiência que com certeza será única e inesquecível pra vida inteira!

última modificação 2013-11-06 14:35